Olá Desenvolvedores !

 Neste artigo explico como você pode gerenciar as notificações da Comunidade de Desenvolvedores que você deseja receber.

 Antes de mais nada, depois de logado na comunidade, você deve selecionar na caixa de seleção sob seu nome a opção 'Minha Conta':

 

No menu seguinte deve-se então selecionar a opção 'Inscrições':

5 1
0 58
Artigo
Andre Larsen Barbosa · Abr. 26, 2021 1min de leitura
IntelliJ IDEA plugin para InterSystems

Deixe-me apresentar o suporte do InterSystems IRIS no IntelliJ IDEA. Este plugin adiciona suporte de realce de sintaxe para ObjectScript e importação e compilação automática no servidor após salvar um arquivo alterado. Ele usa LanguageServer escrito em Rust, onde foi adicionada a capacidade de importar e compilar código.  

6 0
0 58

 

Mudando do Studio para o VSCode como muito outros irão fazer agora que o plugin ObjectScript está na versão 1.0, eu percebi que estavam faltando alguns itens no explorer do objectscript. Por exemplo, quando criamos uma API Rest usando a especificação da primeira abordagem, são geradas 3 classes, uma application.impl, application.disp e uma application.spec, porém a classe disp não aparece no Object Explorer.

Como a application.disp é uma classe gerada, para mostrar essas classes você precisa ativar essa opção clicando no switch no object explorer:

0 1
0 57

Como todos nós sabemos, o InterSystems IRIS possui uma ampla gama de ferramentas para melhorar a escalabilidade dos sistemas de aplicação. Em particular, muito foi feito para facilitar o processamento paralelo de dados, incluindo o uso de paralelismo no processamento de consultas SQL e o recurso mais chamativo do IRIS: o sharding. No entanto, muitos desenvolvimentos maduros que começaram no Caché e foram transportados para o IRIS usam ativamente os recursos de multimodelos deste DBMS, que são entendidos como permitindo a coexistência de diferentes modelos de dados dentro de um único banco de dados. Por exemplo, o banco de dados HIS qMS contém modelos de dados semânticos relacionais (registros médicos eletrônicos), relacionais tradicionais (interação com PACS) e hierárquicos (dados de laboratório e integração com outros sistemas). A maioria dos modelos listados é implementada usando a ferramenta qWORD do SP.ARM (um mini-DBMS que é baseado no acesso direto a globais). Portanto, infelizmente, não é possível usar os novos recursos de processamento de consulta paralela para escalonamento, uma vez que essas consultas não usam o acesso IRIS SQL.

Enquanto isso, conforme o tamanho do banco de dados cresce, a maioria dos problemas inerentes a grandes bancos de dados relacionais tornam-se adequados para os não relacionais. Portanto, esse é o principal motivo pelo qual estamos interessados ​​no processamento paralelo de dados como uma das ferramentas que podem ser usadas para escalonamento.

Neste artigo, gostaria de discutir os aspectos do processamento paralelo de dados com os quais tenho lidado ao longo dos anos ao resolver tarefas que raramente são mencionadas em discussões sobre Big Data. Vou me concentrar na transformação tecnológica de bancos de dados, ou melhor, em tecnologias de transformação de bancos de dados.

1 0
0 56

Da última vez, lançamos uma aplicação IRIS no Google Cloud usando seu serviço GKE.

E, embora criar um cluster manualmente (ou por meio do gcloud) seja fácil, a abordagem de Infraestrutura como Código (IaC) moderna recomenda que a descrição do cluster Kubernetes também seja armazenada no repositório como código. Como escrever este código é determinado pela ferramenta que é usada para IaC.

No caso do Google Cloud, existem várias opções, entre elas o Deployment Manager e o Terraform. As opiniões estão divididas quanto o que é melhor: se você quiser saber mais, leia este tópico no Reddit Opiniões sobre Terraform vs. Deployment Manager? e o artigo no Medium Comparando o GCP Deployment Manager e o Terraform

0 0
0 55
Artigo
Angelo Bruno Braga · Nov. 3, 2020 1min de leitura
Como inserir uma imagem em uma postagem

Oi!

Você pode inserir uma imagem em uma postagem de três maneiras:

  1. Envie-a a partir do disco rígido

Arraste e solte uma imagem a partir do seu disco para uma postagem e, depois, ajuste a largura.

  1. Copie e cole da área de transferência

Copie uma imagem para a área de transferência (Ctrl+C). Por exemplo, de outra página web ou de qualquer editor de texto e cole-a na postagem.

Veja como funciona:

5 0
0 54
Artigo
Larissa Prussak · Maio 7, 2021 1min de leitura
Dica do portal: modo de sistema

Se você trabalha com o Portal em várias instâncias do Caché, Ensemble ou HealthShare, pode achar útil definir o Modo do Sistema das várias instâncias, de modo a dar a si mesmo um lembrete visual da função daquela em que você está trabalhando atualmente.

Por exemplo:

3 0
0 54

Introdução

Suponha que você desenvolveu uma nova aplicação utilizando a parte de Interoperabilidade do InterSystems IRIS e você tem certeza de que será um sucesso! No entanto, você ainda não tem um número concreto de quantas pessoas irão utilizá-la. Além disso, pode haver dias específicos em que há mais pessoas utilizando sua aplicação e dias em que quase ninguém irá acessar. Deste modo, você necessita de que sua aplicação seja escalável!

3 0
2 54

Neste artigo iremos construir uma configuração IRIS de alta disponibilidade utilizando implantações Kubernetes com armazenamento persistente distribuído substituindo o "tradicional" espelhamento IRIS. Esta implantação será capaz de tolerar falhas relacionadas a infraestrutura como falhas em nós, armazenamento e de Zonas de Disponibilidade. A abordagem descrita reduz muito a complexidade da implantação em detrimento um objetivo de tempo de recuperação (RTO) ligeiramente estendido.

2 0
0 53

Introdução

Recentemente, a InterSystems concluiu uma comparação de desempenho e escalabilidade da IRIS for Health 2020.1, cujo foco foi a interoperabilidade do HL7 versão 2. Este artigo descreve a taxa de transferência observada para diversas cargas de trabalho e também apresenta diretrizes de configuração geral e dimensionamento para sistemas nos quais a IRIS for Health é usada como um mecanismo de interoperabilidade para as mensagens do HL7v2.

2 0
0 53

Exercícios de workshop: desenvolver componentes de interoperabilidade em Java (PEX)

 

Olá desenvolvedores!

Deixe me compartilhar com vocês alguns exercícios de um workshop sobre desenvolver componentes de interoperabilidade em Java usando PEX (Production Extension).

Vocês vão encontrar slides e exercícios passo a passo sobre:

1 0
0 53

A partir do IRIS 2021.2 é possível escrever métodos de classe usando a linguagem Python. Usei esse novo recurso para detectar pessoas e objetos em imagens, usando o ImageAI (https://github.com/OlafenwaMoses/ImageAI). O criador do ImageAI o define como: "Uma biblioteca python de código aberto criada para permitir aos desenvolvedores criarem aplicativos e sistemas com recursos autônomos de Deep Learning e Visão Computacional usando poucas linhas de código".

0 0
1 51

Bom dia, desenvolvedores!

O projeto "apptools-admin" não é apenas um conjunto de ferramentas para o administrador, mas uma plataforma para a criação rápida de um protótipo de qualquer solução.
Por exemplo, álbum de fotos, reprodutor de música e biblioteca pessoal, todos juntos em um design de baú de tesouro amigável.

Carregue http: // seu-host: sua-porta / apptoolsrest / a / infochest

Mude o caminho para seus arquivos de tesouro e comece a ver, ouvir ou ler de qualquer dispositivo conveniente: desktop, tablet ou smartphone.

0 0
0 51

Neste artigo, estarei ensinando como desenvolver uma production que acessa e retorna dados de um banco de dados externos.

Estarei usando o MySQL neste exemplo, porém a forma de conexão será a mesma para os demais bancos.

Farei a comunicação via REST e estarei utilizando o Postman para testar a produção de interoperabilidade.

 

1. INTRODUÇÃO:

3 1
0 49

A especificação do FHIR Terminology Service descreve um conjunto de operações nos recursos CodeSystem, ValueSet e ConceptMap. Entre essas operações, as quatro operações a seguir parecem ser as mais amplamente adotadas:

CodeSystem ValueSet
$lookup
$validate-code
$expand
$validate-code

O desenvolvimento de uma implementação parcial da especificação tem sido uma forma eficaz de explorar o novo framework FHIR introduzido no IRIS for Health 2020.1. A implementação inclui quatro operações listadas acima e oferece suporte a interações de leitura e pesquisa para os recursos CodeSystem e ValueSet.

É importante observar que a implementação usa classes persistentes do Plain ObjectScript como fonte para tabelas de terminologia.

3 0
0 48
Artigo
Larissa Prussak · Maio 7, 2021 1min de leitura
Ctrl+C / Ctrl+V no Terminal IRIS

É possível ativar Ctrl + C / Ctrl + V no Terminal IRIS para Windows.

Para fazer isso, abra o Terminal e selecione Editar> Configurações do usuário e habilite os aceleradores de edição do Windows. Esta configuração especifica se o Terminal habilita os atalhos de edição comuns do Windows (Ctrl + C, Ctrl + V, Ctrl + Shift + V), além dos atalhos de edição básicos do Terminal (Ctrl + Insert e Shift + Insert).

Depois disso, Ctrl + C / Ctrl + V funcionaria.

Além disso, os erros <SYNTAX> após copiar / colar incorreto desaparecem.

Docs.

1 0
0 48