freepik- freepik.com
Em primeiro lugar, o que é anonimização de dados?

De acordo com a Wikipedia:

O anonimização de dados é um tipo de higienização de informações cujo objetivo é a proteção da privacidade. É o processo de remoção de informações de identificação pessoal dos conjuntos de dados, para que as pessoas que os dados descrevem permaneçam anônimas.

10
0 3 24

Opa pessoal, tudo bem?

E se você pudesse verificar se sua aplicação REST está suscetível a algum tipo de vulnerabilidade? E se você pudesse verificar se existe algum ataque conhecido que afete sua aplicação?

São com essas questões em mente, que trouxemos nossa aplicação de exemplo usando a ferramenta de testes ZAP. Uma forma de fornecer de maneira rápida, prática e acessível ferramentas para que os desenvolvedores validem questões de segurança com praticidade e de uma maneira acessível.

30
0 0 19

A InterSystems IRIS possui um ótimo sistema de auditoria. Ele é responsável por auditar eventos do sistema, mas você pode usá-lo para auditar seus aplicativos (ótimo recurso).

O sistema de auditoria é baseado no conceito de evento. Os eventos podem ocorrer com o IRIS ou em um aplicativo. Portanto, temos dois tipos de eventos para o sistema de auditoria:

1. Eventos do sistema: eventos ocorridos nos componentes IRIS da InterSystems (banco de dados, interoperabilidade, análise e core);

00
0 0 10

Recentemente eu precisei gerar uma especificação Swagger a partir de classes persistentes e seriais, então estou publicando meu código (ainda incompleto - você ainda precisa  resolver detalhes específicos do aplicativo mas é um começo). Ele está disponível aqui.

Digamos que você tem estas classes:

00
0 2 23

Todo mundo tem um ambiente de teste.

Algumas pessoas têm a sorte de ter um ambiente totalmente separado para executar a produção.

-- Desconhecido

.

Nesta série de artigos, gostaria de apresentar e discutir várias abordagens possíveis para o desenvolvimento de software com as tecnologias InterSystems e GitLab. Vou cobrir tópicos como:

  • Git Básico
  • Fluxo Git (processo de desenvolvimento)
  • Instalação do GitLab
  • Fluxo de Trabalho do GitLab
  • GitLab CI/CD
  • CI/CD com contêineres

Esta primeira parte trata do pilar do desenvolvimento de software moderno - sistema de controle de versão Git e vários fluxos Git.

10
0 0 9

Da última vez, lançamos uma aplicação IRIS no Google Cloud usando seu serviço GKE.

E, embora criar um cluster manualmente (ou por meio do gcloud) seja fácil, a abordagem de Infraestrutura como Código (IaC) moderna recomenda que a descrição do cluster Kubernetes também seja armazenada no repositório como código. Como escrever este código é determinado pela ferramenta que é usada para IaC.

No caso do Google Cloud, existem várias opções, entre elas o Deployment Manager e o Terraform. As opiniões estão divididas quanto o que é melhor: se você quiser saber mais, leia este tópico no Reddit Opiniões sobre Terraform vs. Deployment Manager? e o artigo no Medium Comparando o GCP Deployment Manager e o Terraform

00
0 0 14

Olá pessoal!

@José Roberto Pereira e @Henrique Dias propuseram uma nova forma de visualizar mensagens no IRIS Interoperability em uma atualização recente do MessageViewer. Nessa atualização, tentaram dar aos usuários uma visualização baseada em um diagrama de sequência UML. Você pode obter mais informações no artigo anterior.

A fim de obter todos os cálculos de geometria complicados para desenhar esse diagrama, usaram a incrível biblioteca de código aberto mermaid JS. E o que eles gostariam de compartilhar com você neste artigo, é como usar esta biblioteca. Vamos nos concentrar apenas no diagrama de sequência, mas esteja ciente de que essa biblioteca permite que você faça muito mais.

O Mermaid usa uma sintaxe inspirada no Markdown para definir diagramas. É super intuitivo, então acho que é melhor mostrar um exemplo em vez de escrever muito texto chato:

sequenceDiagram
Alice->>John: Hello John, how are you?
loop Healthcheck
    John->>John: Fight against hypochondria
end
Note right of John: Rational thoughts!
John-->>Alice: Great!
John->>Bob: How about you?

30
0 0 21

Eu escrevi um tutorial passo a passo no repositório qewd-howtos  sobre como você pode escrever aplicativos da web Node.js de última geração de várias páginas usando o  QEWD-Up WebSocket/REST api back-end integrado com um framework da web como NuxtJS e Vue.js. Em particular com o mais recente framework NuxtJS/Vue.js , escrever aplicativos da web torna-se divertido novamente, permitindo que você escreva seus aplicativos de forma muito eficiente, ocultando todo o código template de você.

O tutorial deve ser muito fácil de fazer em sua máquina de desenvolvimento e consiste em duas partes:

Você pode simplesmente clonar as configurações de demonstração do GitHub e executá-las em sua máquina de desenvolvimento usando Visual Studio Code onde sua instância de desenvolvimento IRIS / Caché está rodando. A demonstração é mantida o mais fácil possível, mas contém todas as etapas principais de que você precisa para começar a escrever aplicativos da vida real..

20
0 0 22

Você já ouviu falar sobre algumas restrições em cookies para rastrear visitantes em seus sites?

Um de nossos clientes me perguntou como saber realmente a contagem de visitantes.

Seu site funciona no framework WordPress, hospedado na clássica hospedagem NAMP.

Eles podem ver algumas estatísticas do Yandex Metrika conter, mas não tínhamos certeza sobre a cobertura completa.

40
0 0 15

As tecnologias da InterSystems são conhecidas por seus bancos de dados de alto desempenho, que suportam os sistemas e operações de muitas organizações. No entanto, um ingrediente chave para esse sucesso é a qualidade e a facilidade de manutenção de seu código.

A qualidade do código pode afetar tudo, desde a velocidade e facilidade de corrigir bugs e fazer melhorias, até o desempenho geral de sua organização e sua capacidade de chegar à frente no mercado.

Ao garantir que seu código seja sustentável, você pode reduzir aproximadamente 75% dos custos do ciclo de vida do sistema *. É por isso que, na George James Software, as soluções que construímos são sempre diretas e escritas em código de alta qualidade - porque sabemos que essa base sólida pode impactar positivamente o resto da sua organização.

Com um sistema que pode ser mantido, você pode reduzir a manutenção geral, pois qualquer problema que ocorra é significativamente mais rápido de identificar e corrigir. Isso significa que você está livre para alocar tempo e orçamento para melhorias, permitindo que você obtenha o máximo valor de suas aplicações e, em última análise, dê um melhor suporte à sua organização.

Fique atento às nossas próximas postagens sobre como é um sistema sustentável e as ferramentas que podem ajudá-lo a manter seu código sustentável, a fim de ajudá-lo a reduzir esses custos de manutenção.

20
0 0 13

A versão mais recente do Serenji se concentra na experiência de depuração. Agora você não só pode depurar no local, não importa onde esteja ou o que estiver fazendo, mas também adicionamos alguns recursos menores que tornarão a depuração mais direta.

  • Executar e depurar CodeLenses - links clicáveis ​​acima de cada método de classe, procedimento, sub-rotina ou função extrínseca.
  • Solicitação intuitiva de pontos de entrada e argumentos - ao depurar um método de classe, produzir, sub-rotina ou função extrínseca.
  • Plano de fundo sombreado somente leitura - para diferenciar claramente entre documentos editáveis ​​e somente leitura.
  • Saída do programa no console de depuração - a saída é mostrada no console de depuração.
  • Comandos do Serenji nas árvores de namespace do Server Manager - permitindo que você inicie o Serenji por meio do Server Manager.

Saiba mais em nossas notas de lançamento aqui

10
0 0 5
Artigo
Larissa Prussak · Out. 8 1min de leitura
Depure várias sessões com Serenji 3.2

Olá desenvolvedores! 

Incorporamos o suporte do VS Code para várias sessões de depuração simultâneas e consoles na versão mais recente do Serenji

Portanto, se você estiver trabalhando com processos que se relacionam ou dependem uns dos outros, agora você pode depurá-los juntos. Basta iniciar uma segunda sessão de depuração do Serenji (F5) enquanto a primeira ainda está ativa

Este pequeno vídeo abaixo mostra como funciona. Esperamos que você ache este recurso útil!

Laurel 

https://www.youtube.com/watch?v=cs6UiAvUj24

20
0 0 10

O lançamento mais recente do Serenji apresenta nossa inovadora tecnologia gj :: locate. Era uma ferramenta autônoma que criamos originalmente para um concurso da Comunidade de Desenvolvedores no início deste ano, mas nós a incorporamos em nosso depurador após alguns ótimos comentários dos desenvolvedores.

Ele funciona navegando diretamente para a fonte de seus erros do lado do servidor em apenas alguns cliques - permitindo que você corrija os erros rapidamente sem a necessidade de contar linhas tediosas de código ... e sejamos realistas, quem tem tempo para que quando você está sob pressão para consertar esse bug?

É simples e fácil de usar:

1. Clique no painel gj :: locate na barra de status

2. Insira a mensagem de erro do ObjectScript ou a referência de linha de uma rotina class / .mac.

3. gj :: locate então faz o trabalho para você, levando-o diretamente para a linha correspondente em seu código-fonte.

Muito fácil ... e com tempo de sobra para fazer um café antes do prazo!

Abaixo há um link do vídeo que mostra isso em ação - diga-nos se você já tentou. Ou, se você estiver interessado em experimentá-lo, oferecemos uma licença de avaliação gratuita de 30 dias, apenas me mande uma mensagem através da Comunidade de Desenvolvedores ou envie um e-mail para info@georgejames.com.

Serenji 3.2.0 utilising gj::locate technology

10
0 0 15

Eu executo a maioria dos meus comentários usando o Docker Desktop no Windows 10.
De acordo com as recomendações, eu limpo o docker e os repositórios baixados após os testes:
Os repos são simples, mas o Docker é um pouco resistente a liberar o espaço em disco consumido.

10
0 0 7

Olá Comunidade!

Quero apresentar a você um novo recurso poderoso do objectscriptQuality, nosso analisador de código estático. 

Cada vez que uma nova versão do IRIS é lançada, você precisa preparar um roadmap para a migração, gastando muito tempo em testes para descobrir onde o seu código não funciona com a versão mais recente. Ou, talvez, você precise que o seu código seja compatível com várias versões do IRIS ou Caché.

00
0 0 21

Anexei um documento que descreve o produto que desenvolvi chamado NiPaRobotica Pharmacy. Esta é uma interface que desenvolvi que aceita solicitações de dispensa de farmácia e converte os itens de linha no pedido em diálogos de dispensa que são enviados para robôs de farmácia. Implantei a interface em 3 Farmácias Hospitalares, duas das quais tinham 6 robôs que foram dispostos de tal forma que as rampas de dispensação canalizavam os medicamentos para as mesas pelos farmacêuticos sentados em vitrines atendendo 1200 pacientes por dia.

00
0 0 17

Olá desenvolvedores!

Só quero compartilhar uma prática recomendada antiga, mas sempre relevante, sobre a alteração de namespaces @Dmitry Maslennikov compartilhada comigo (de novo).

Considere o método:

classmethod DoSomethingInSYS() as %Status

{

set sc=$$$OK

set ns=$namespace

zn "%SYS"

// try-catch in case there will be an error

try {

// do something, e.g. config change

}

catch {}

 zn ns    ; returning back to the namespace we came in the routine

return sc

}

E com o novo $namespace, o método pode ser reescrito como:

classmethod DoSomethingInSYS() as %Status

{

set sc=$$$OK

new $namespace

set $namespace="%SYS"

// do something

return sc

}

Então! A diferença é que não precisamos alterar o namespace manualmente, pois ele voltará automaticamente assim que retornarmos o método.

e não precisamos do try-catch (pelo menos para esse propósito) também.

30
0 0 20
Artigo
Andre Larsen Barbosa · Jul. 27 4min de leitura
Das raizes à InterSystems

Esta é uma visão bastante pessoal da história antes do Caché.

Não tem o objetivo de competir com os excelentes livros de Mike Kadow discutidos em um artigo anterior.

Temos uma história diferente e, portanto, isso visa criar uma perspectiva diferente do passado.  

Toda a história começou em 1966 no MGH (Mass.General Hospital) em um PDP-7 Ser. # 103 com 8 K de memória (palavras de 18 bits) [hoje = 18 K byte] como um sistema sobressalente.  

"Número de série 103 - estava localizado no porão do agora demolido Edifício Thayer, atualmente [2014] o site do Cox Cancer Center no MGH. " "Neil Papparlardo e Curt Marble sob a orientação de Octo Barnett desenvolveram e lançaram o software inicial nesta máquina. "

50
0 0 32

Ao usar o Studio, ODBC ou uma conexão de terminal para Caché ou Ensemble, você deve estar se perguntando como proteger a conexão. Uma opção é adicionar TLS (também conhecido como SSL) à sua conexão. Os aplicativos cliente Caché - TELNET, ODBC e Studio - todos sabem como adicionar TLS à conexão. Eles só precisam ser configurados para fazer isso.

Configurar esses clientes é mais fácil em 2015.1 e posteriores. Vou discutir esse novo método. Se você já estiver usando o método antigo e legado, ele continuará funcionando, mas eu recomendo que você considere mudar para o novo.

50
0 0 32