As tecnologias da InterSystems são conhecidas por seus bancos de dados de alto desempenho, que suportam os sistemas e operações de muitas organizações. No entanto, um ingrediente chave para esse sucesso é a qualidade e a facilidade de manutenção de seu código.

A qualidade do código pode afetar tudo, desde a velocidade e facilidade de corrigir bugs e fazer melhorias, até o desempenho geral de sua organização e sua capacidade de chegar à frente no mercado.

Ao garantir que seu código seja sustentável, você pode reduzir aproximadamente 75% dos custos do ciclo de vida do sistema *. É por isso que, na George James Software, as soluções que construímos são sempre diretas e escritas em código de alta qualidade - porque sabemos que essa base sólida pode impactar positivamente o resto da sua organização.

Com um sistema que pode ser mantido, você pode reduzir a manutenção geral, pois qualquer problema que ocorra é significativamente mais rápido de identificar e corrigir. Isso significa que você está livre para alocar tempo e orçamento para melhorias, permitindo que você obtenha o máximo valor de suas aplicações e, em última análise, dê um melhor suporte à sua organização.

Fique atento às nossas próximas postagens sobre como é um sistema sustentável e as ferramentas que podem ajudá-lo a manter seu código sustentável, a fim de ajudá-lo a reduzir esses custos de manutenção.

20
0 0 13

Olá pessoal,

Preciso configurar certificado SSL para uma instância InterSystems API Manager, versão "iam:1.5.0.9-4" e gostaria de saber qual procedimento deve ser feito, para que a minha instância esteja disponível com ssl habilitado.

Minha instalação foi feita com base na documentação Installing IAM

 

 

10
0 3 102

Se você precisar escrever a Arquitetura de Dados de sua organização e mapear para o IRIS da InterSystems, considere o seguinte Diagrama de Arquitetura de Dados e referências à documentação da íris entre sistemas, consulte:

 

10
0 0 37

 

Mudando do Studio para o VSCode como muito outros irão fazer agora que o plugin ObjectScript está na versão 1.0, eu percebi que estavam faltando alguns itens no explorer do objectscript. Por exemplo, quando criamos uma API Rest usando a especificação da primeira abordagem, são geradas 3 classes, uma application.impl, application.disp e uma application.spec, porém a classe disp não aparece no Object Explorer.

Como a application.disp é uma classe gerada, para mostrar essas classes você precisa ativar essa opção clicando no switch no object explorer:

00
0 1 31

Olá comunidade,

              Vamos para a 2º parte do artigo InterSystems IRIS Reports.

Somente relembrando na primeira parte do artigo falamos dos desafios existentes para atender a demanda das áreas de negócios, clientes ou usuários finais com a entrega de relatórios em diversos formatos e suas melhorias, e como o InterSystems IRIS Reports vem para facilitar está demanda, facilitando o desenvolvimento, a administração, o deploy de relatórios em diversos formatos, bem como a automação da distribuição por e-mail ou pastas e integração (build-in) em suas aplicações já existentes!

O InterSystems IRIS Reports, powered by Logi Report se encontra disponível para download no WRC (https://wrc.intersystems.com/wrc/coDistribution.csp), lembrando que para clientes que já possuem o licenciamento InterSystems IRIS Advanced Server ou InterSystems IRIS Advanced for Health, precisam somente abrir um chamado solicitando o serial para a instalação do InterSystems IRIS Reports, sem custo adicional.

Como mencionando no artigo anterior o InterSystems IRIS Reports é divido em dois componentes:

Server: O ambiente servidor tem a sua finalidade de administrar as configurações e segurança. É também onde os usuários finais via browser têm acesso aos relatórios, você pode agendar execução de relatórios, aplicar filtros e modificar os relatórios disponibilizados.

Designer: O ambiente designer por sua vez é onde os relatórios são desenvolvidos. É possível visualizar os relatórios antes de disponibilizar acessando diretamente a bases de dados.

30
0 0 78

Desta vez, quero falar sobre algo não específico do InterSystems IRIS, mas que acho importante se você deseja trabalhar com Docker e seu servidor no trabalho é um PC ou laptop com Windows 10 Pro ou Enterprise.

Como você provavelmente sabe, a tecnologia de contêineres vem basicamente do mundo Linux e, hoje em dia, está em hosts Linux onde apresenta potencial máximo. Quem usa o Windows normalmente vê que tanto a Microsoft quanto o Docker têm feito esforços importantes nos últimos anos que nos permitem rodar contêineres baseados em imagens Linux em nosso sistema Windows de uma maneira muito fácil... mas é algo que não é suportado para sistemas em produção e, este é o grande problema, não é confiável se quisermos manter os dados persistentes fora dos contêineres, no sistema host... principalmente devido às grandes diferenças entre os sistemas de arquivos Windows e Linux. No final, o próprio Docker para Windows usa uma pequena máquina virtual Linux (_MobiLinux) para executar os contêineres... ele faz isso de forma transparente para o usuário do Windows... e funciona perfeitamente bem se, como eu disse, você não exigir que seus bancos de dados sobrevivam mais do que o contêiner...

Bem... vamos direto ao ponto... o ponto é que muitas vezes, para evitar problemas e simplificar, precisamos de um sistema Linux completo e, se nosso servidor for baseado em Windows, a única maneira de fazê-lo é por meio de uma máquina virtual. Pelo menos até o WSL2 no Windows ser lançado, mas isso será uma outra história e com certeza levará um pouco de tempo para se tornar robusto o suficiente.

Neste artigo, vou lhe dizer, passo a passo, como instalar um ambiente onde você poderá trabalhar, se precisar, com contêineres Docker em um sistema Ubuntu em seu servidor Windows. Vamos lá...

20
0 0 183